Arquivo da categoria: Conteúdo

7 motivos para NÃO fazer o Millionaire Mind Intensive (MMI)

7 motivos para não fazer o Millionaire Mind Intensive

Millionaire Mind Intensive? Não perca seu tempo

Isso mesmo que você leu. Não vá ao maior treinamento de educação financeira do mundo! Afinal de contas, existem coisas mais importantes para se fazer. Aqui vai uma lista para não ter dúvidas e permanecer na mesmice de sempre:

1. Fim de semana é para descansar

Depois de uma semana inteira de trabalho para garantir o salário de cada mês (mesmo que pouquíssimo…) você merece aquele sofazinho… com pipoca, gastar com umas pizzas entre outras guloseimas, vendo o filme “As Branquelas” que reprisa pelo menos umas 10 vezes por mês… E aquele almoço com a família de todo domingo? Com as mesmas pessoas, mesmos assuntos legais e aqueles insights geniais que só um encontro como esse pode proporcionar. Imperdível não? Ah! Também não dá para perder a Dança dos Famosos, as novas sacadas do Silvio Santos e para coroar o fim de noite… O FANTÁSTICO!

2. Reclamar é viver

Eu sei o quanto é duro ter que passar três dias no fim de semana sentado numa cadeira e ouvindo que está fazendo tudo errado com seu dinheiro e com sua vida. Não é legal e não recomendo. Bom mesmo é ter assunto: reclamar do chefe, do salário, do trânsito, do cansaço, da crise, da mãe, do marido, da mulher… Reclame de tudo! E reserve um tempo para fazer um textão bacana no seu Facebook falando que está tudo errado com o mundo. Não se esqueça de se contradizer… que apesar tudo… está tudo bem! O que importa mesmo é deixar como tá e ter a barriga cheia. Não tem o que fazer…

3. Esqueça as preocupações

O happy hour de sexta e as baladas de sábado com a galera não pode faltar no seu fim de semana. Imagina que você deve gastar seu precioso dinheirinho para ir a um lugar que te traz ainda mais preocupações como pensar no futuro e na sua vida financeira. De novo… você já trabalha demais durante a semana para ter que se desgastar com isso justamente no fim de semana. Afinal de contas, você vai conhecer muita gente interessante na balada, gastando euforicamente e cantando aos berros as músicas maravilhosas de nossa parada de sucesso. Isso sim é felicidade! E quando a fatura do cartão chega então… aí é que seu coração dispara e você solta rojões pela vizinhança para comemorar.

4. Não se importe com dinheiro

Dinheiro é papel! Ele vai e vem quando menos se espera! Essa história de ficar planejando suas ações, de economizar e também de falar sobre negócios ou renda passiva é história pra quem está cheio da grana. Saiba que ainda você vai pagar caro para ouvir essa ladainha… por três dias… das 8h as 22h! Meu Deus! Isso é coisa de maluco obcecado por dinheiro.

Ninguém consegue ficar rico assim como eles fala. Você tem mais o que fazer durante a semana. Então não perca tempo com algo que só vai te deixar mais ganancioso do que nunca.

5. Trabalhe… e trabalhe a vida inteira!

Não dá para acreditar nesse papo de “mudar minha cabeça” e ficar rico. Você conhece alguém que fez ou faz isso? A maioria das pessoas só conseguem alguma coisa na vida trabalhando diariamente, de preferência com carteira assinada para usufruir depois do nosso maravilhoso INSS e fazendo uma poupança durante longos anos sem hesitar. Isso é o que a maioria faz, então, siga o fluxo e não deixe nada tirar o seu sossego. E sabe o que o MMI vai fazer? Tirar o seu sossego. Pra que isso? Eles só vão replicar a ideia do seu Madruga que diz “Não existe trabalho ruim… ruim é ter que trabalhar!” e o Chaves você assiste de graça.

6. Aposentadoria é jogar bocha

Trabalhe duro a vida toda pelo menos por uns 67 anos! Poupe o pouco ganha e comece a desfrutar desse dinheiro na hora certa… Quando você se aposentar! Depois mude-se para o litoral, compre sandálias de couro e jogue bocha três vezes por semana com outros aposentados. É assim que se vive “anos dourados’’… com o dinheirinho da poupança. Claro, se ainda tiver saúde para isso já que trabalhou tanto nessa vida… Seu joelho já deve estar gritando de dor! O que o MMI vai fazer é apresentar um assunto que é pura ilusão. A tal da renda passiva… todo mundo vive sem saber isso! Não são esses três dias que vão te convencer que dá para fazer diferente. Negócio bom mesmo é se aposentar com o INSS e com a aposentadoria privada que o gerente do seu banco te ofereceu.

7. Ouça sempre o seu gerente e aceite

Por fim, nada como ter um bom conselheiro na vida. Nada de terapia ou autoajuda, muito menos palestras motivacionais. MMI é pura bobagem marqueteira. Quem é o teu melhor professor de educação financeira é seu gerente de banco que deve estar com você a muitos anos colocando suas contas em dia e oferecendo alguns empréstimos sensacionais com incríveis taxas de juros. Mesmo que não seja o mesmo durante todos esses anos, aqueles que entram são profissionais renomados com um belo sorriso no rosto… dispostos a te ajudar a qualquer hora. Detalhe: tudo online ou por telefone! Nada de cafezinho e olho no olho. Isso intensifica ainda mais a proximidade deles com seus clientes e o faz se sentir ainda mais especial.

E então? Vai ficar aí parado? SIM!

Me desculpe ter tomado o seu tempo assim, já que essa leitura te encoraja a ficar na mesmice e mediocridade de sempre. Mas é isso que bem no fundo… a maioria faz e você deve ser movido pela maioria.

Caso não for esse seu caso… CLIQUE AGORA no botão abaixo e persista nessa bobagem de acreditar nos seus sonhos.

Botão - decido persistir nos meus sonhos

Colaborou neste post: Experiência de Sucesso

Anúncios

O Código da Riqueza | Episódio 1: O início da Jornada – O que nunca te contaram sobre Dinheiro

O Código da Riqueza

O Código da Riqueza já se tornou a maior série e o maior estudo sobre dinheiro, riqueza e empreendedorismo já feito no BRASIL!

Do que se trata? De uma série, em quatro episódios, ao estilo das que passam na Netflix, que tenta – justamente – solucionar essa questão: como acumular riqueza e multiplicar o seu patrimônio, mesmo em cenários de crise?

Por que é que alguns países dão certo e outros não? Algumas empresas estouram enquanto a maioria naufraga? Porque tão poucos são ricos enquanto a maioria vive para pagar as contas?

Foram entrevistados mais de 55 profissionais líderes em suas áreas: empresários, atletas olímpicos, administradores, professores e até mesmo ganhadores de prêmios Nobel. Gente como o Flávio Augusto, César Cielo, Luiz Barsi, Thiago Nigro, Gustavo Cerbasi…

Botao Saiba Mais

Publicado por Edmar Junior

Seu mundo interior cria seu mundo exterior

Seu Mundo Interior Cria seu Mundo Exterior - Blog Sacadas Virtuais

Tenha muito cuidado com o que você pensa…

Além de compreender as regras do jogo é preciso conectar com suas raízes

Alguém já se perguntou por que algumas pessoas têm mais facilidade para ganhar dinheiro e melhores propostas de negócios, enquanto outras nunca recebem oportunidades, nunca têm dinheiro e quando têm sempre acontece alguma coisa na vida delas que faz com que precisem gastar tudo?

Sabe por que isso acontece?

Por conta de uma programação mental pré-definida a respeito do dinheiro. Portanto, muito cuidado.

O seu mundo interior é composto por suas crenças que por vezes, são limitadoras. Os resultados na sua vida compõem o seu mundo exterior e vão estar diretamente ancorados nas suas crenças.

Por exemplo: você acha que se dissesse a sua esposa que ela não é tão importante assim, ela ficaria muito tempo com você?

Obviamente não e com o dinheiro não é diferente. Se você não acha o dinheiro importante, você nunca vai enriquecer.

Agora imagine um pomar e suponha que seja a árvore da sua vida:

Arvore de Limoes - Millionaire Mind Intensive - Blog Sacadas Virtuais

Ao deparar com os frutos, não gosta do que vê.

São limões, pequenos e tem poucos.

Gostaria muito que seus frutos fossem maçãs, grandes e saborosas e então… Então arranca os limões e pendura maçãs na sua árvore…

Você pode até fazer isso, mas não vai demorar muito para que limões ressurjam no seu pomar.

Se você quer resultados diferentes precisa mudar as raízes da sua árvore e não os frutos.

A questão é você está aberto e preparado para enriquecer e ser livre financeiramente?

Para onde sua mente está condicionada?

Sucesso, mediocridade, fracasso, muito esforço, conforto, uma renda estável…

Nunca subestime o que você faz e a si mesmo. É SEMPRE POSSIVEL SER MAIS E IR ALÉM!

A questão é como você condiciona e prepara sua mente para isso.

Millionaire Mind Intensive

Colaborou neste post: Experiência de Sucesso

Publicado por Edmar Junior

Decida o rumo da sua vida financeira

Rumo da Vida Financeira - Millionaire Mind Intensive - Blog Sacadas Virtuais

Sonhamos, criamos objetivos, metas e muitas vezes nos frustramos, nos perdemos.

O senso comum diz que se deve trabalhar duro a vida toda, poupar o pouco que se ganha e começar a desfrutar desse dinheiro só na aposentadoria.

Você quer então passar 67 anos da sua vida trabalhando e poupando…?

Depois então você “se aposenta” e se muda para o litoral, compra sandálias de couro e joga bocha três vezes por semana com outros aposentados.

E assim…você prossegue vivendo os seus “anos dourados”… com o dinheirinho da poupança.

Esse tempo que você ficou enfurnado trabalhando é muito mais precioso que isso. Conheça então 5 razões para que VOCÊ não deixe de participar do Millionaire Mind Intensive (o seminário que deu origem ao best-seller Os Segredos da Mente Milionária de T. Harv Eker):

  • Pensamento medíocre?

Ganhar e multiplicar fortunas é questão de condicionamento e abertura para que isso aconteça. E isso não acontece de uma hora para outra.

A questão é: você está aberto e preparado para enriquecer e ser livre financeiramente? Para onde sua mente está condicionada? Sucesso, mediocridade, fracasso, muito esforço, conforto, uma renda estável, ou aquele sobe e desce na vida como um iô-iô?

  • Você sabe REALMENTE o que é foco?

Repare que as pessoas mais ricas do mundo, não apenas estão com uma conta bancária acima da média. Elas são, por si, ACIMA DA MÉDIA! Não quero sugerir que elas são pessoas melhores ou mais evoluídas.

Elas apenas conseguem dar o foco mais que necessário naquilo que elas consideram e ACREDITAM que sejam seus maiores talentos e assim, se expandem… consequentemente enriquecem.

  • Para que tanto estresse?

Todos nós temos um plano de dinheiro e sucesso arraigado no subconsciente que também são heranças de condicionamentos passados.

Se estiver estressado, fatigado, trabalhando muito e não estiver vivendo em todo seu potencial, então é preciso quebrar todos os paradigmas do senso comum a respeito de sua gestão financeira pessoal e enriquecimento.

  • Termostato financeiro?

Faça a soma de tudo o que você ganha anualmente, seu salário, seus investimentos, pró-labores, tudo o que tiver de rendimentos e escreva em números no seu papel. Acrescente um número “0 (zero)” na frente da sua soma. Ficou bem melhor agora, não é?

Agora coloque mais um 0 (zero) e perceba como você se sente. Talvez você esteja se sentindo desconfortável ao olhar esse número e talvez até esteja pensando que é impossível ganhar isso por ano. O sentimento que você acabou de ter, seja ele qual foi, está relacionado ao seu termostato financeiro.

Isso significa que o seu termostato financeiro está regulado para ganhar menos do que esse valor e não importa o que você faça. Para mudar isso… nada como uns ajustes técnicos e treinamento.

  • Brigas nunca mais!

Duas cabeças pensam melhor que uma… certo ou certo? ERRADO! Interesses e prioridades entre casais acabam gerando a destruição de diversos casamentos.

Pesquisas apontam que o segundo maior motivo de separação no mundo está relacionado a grana, perdendo apenas para infidelidade. Já ouviu falar de “traição financeira”? Ela também pode ser tão grave quanto as traições digamos “convencionais”… Esse será um assunto para um próximo post, aguardem!

Uma das pautas mais interessantes desse treinamento é aplicação de um sistema muito simples de gestão financeira que vai fazer muitos casais prosperarem em todos os sentidos. Você nunca mais vai contestar como seu parceiro como usa e torra todo dinheiro.

Enriquecer é uma arte…

Está preparado para uma revisão de si mesmo e de seu gerenciamento financeiro? Qual é o segredo desse 1% que prospera acima da média da maioria? Quais as chances que isso aconteça sem que para isso você conte apenas com talento, acaso e sorte?

Caso você ache que sua vida financeira esteja “normal”, apenas contando com a sorte e a espera de rios de dinheiro para prosperar, abra o olho… E sua mente também!

Comece a sua transformação, clique agora na imagem abaixo e decida o rumo da sua vida financeira.

Millionaire Mind Intensive

Colaborou neste conteúdo: Experiência de Sucesso

Publicado por Edmar Junior

As 7 raízes fundamentais da prosperidade e vida abundante

Prosperidade Abundante - Blog Sacadas Virtuais

T. Harv Eker apresenta os principais aspectos de uma mentalidade voltada para o verdadeiro enriquecimento

O que de fato difere as pessoas ricas das menos desafortunadas? É muito mais do que apenas os dígitos no saldo da conta bancária. Vai além de conceito de “ser trabalhador” ou ter sua carreira voltada para qualificações ou diplomas universitários.

As diferenças se concentram nas raízes e na maneira em que vê o mundo. Isso interfere diretamente na maneira de enfrentar os desafios da vida, na luta pelos objetivos, na relação com os medos, e assim por diante.

Como você quer viver sua vida? Como você quer jogar esse jogo? A escolha é sua.

Lembre-se que viver plenamente não se restringe a um enriquecimento mesquinho voltado apenas para seu próprio umbigo.

Em outras palavras, ser rico no sentido mais verdadeiro da palavra, não se resume apenas a você. É necessário dar a sua contribuição por meio da sua missão e agregar valor à vida de outras pessoas.

Confira outros 7 aspectos que fazem a diferença:

1. É preciso jogar para ganhar e não para “não perder”

O objetivo das pessoas verdadeiramente ricas é conquistar riqueza e também, para muitos deles, ajudar pessoas.

É preciso mirar além de sonhar alto. Se não damos a devida importância aos nossos sonhos e entramos já derrotados para o jogo do dinheiro, não será possível alçar voos mais altos.

2.Não basta querer, tem que se comprometer

Muitos não conseguem chegar a um nível alto de prosperidade por não saberem o que querem da vida.
Quem enriqueceu um dia, foram totalmente claras em seus objetivos materiais e foram inabaláveis aos seus desejos. O que se deve enraizar em seu plano mental é o “eu me comprometo a ser rico”. A definição da palavra “compromisso” é “dedicar-se sem reservas”.

Isso significa estar disposto a fazer o que for necessário dentro dos limites da ética, respeito e lealdade. É ser fiel à sua missão e razão para estar aqui na Terra agora. Trata-se de encaixar a sua peça do quebra-cabeça ao mundo.

3. Identifique oportunidades e foque nos ganhos

Muitas vezes nos concentramos nas possíveis perdas e nos paralisamos pelo medo.
Pessoas ricas já enxergam tudo isso como crescimento, assumem a responsabilidade pelos resultados em suas vidas e agem de acordo com a seguinte premissa: “Isso funcionará, porque eu vou fazer funcionar”.

4. Concentre-se no objetivo

Você já deve saber que a vida não flui em linhas perfeitamente retas, e sim, como um rio sinuoso. Portanto, aprenda a focar naquilo que realmente deseja alcançar e não envie mensagens confusas ao universo.

De agora em diante, pratique transformar os desenganos da sua mente e filtrar negatividade alheia para te condicionar a verdadeira prosperidade.Isso abre caminhos, além de valorizar o que de fato é significativo pra você.

5. Promova sem forçar a barra

Normalmente, pessoas mais bem sucedidas desenvolvem a habilidade do marketing pessoal sem ao menos se darem conta disso.

Eles estão dispostos a promover seus produtos, seus serviços e suas ideias com paixão e entusiasmo. Criar barreiras para a promoção é um dos maiores obstáculos para o sucesso…

Também sabem, com uma dose de estratégia, promover seus produtos, serviços e ideias com paixão e entusiasmo. Se não souber, atualize-se e aprenda com especialistas.

6. Não fuja de problemas… seja maior que eles!

Como você se porta diante dos imprevistos, obstáculos e desafios? O segredo do sucesso, caros leitores, não é tentar evitar, nem se livrar, nem diminuir seus problemas; o segredo é crescer para que você seja muito maior do que eles.

Se você deseja fazer uma mudança permanente, pare de concentrar-se no tamanho de seus problemas e comece a se concentrar o quanto você pode ser maior!

7. Dê o devido valor a sua vida

Não troque sua vida por algumas “garantias”. Você quer uma carreira bem sucedida ou um relacionamento próximo com sua família? As duas coisas!Você quer mais foco nos negócios ou diversão? Os dois! Você quer dinheiro ou um maior significado em sua vida? Ambos! Você quer ganhar uma fortuna ou trabalhar com o que você ama? Com certeza as duas coisas!

Uma mente empobrecida sempre escolhe entre uma ou outra… a mente milionária sempre escolhe as duas.

Fonte: Experiência de Sucesso

Millionaire Mind Intensive

O poder da gratidão

Viver lamentando da vida e reclamando das pessoas e situações a sua volta não vai ajudar em nada.

Quem vive lamentando está gerando uma energia contrária ao sucesso e à felicidade.

Ser grato pode ser uma ferramenta poderosa para transformar a sua vida.

Somos um corpo energético, cada molécula do corpo humano na verdade é uma vibração de energia. O átomo quando muda o seu estado, está absorvendo e emitindo frequências eletromagnéticas. Hoje já se sabe que diferentes estados de emoção, percepção e sentimentos resultam em diferentes frequências eletromagnéticas.

Reclamar da vida e dos outros, causa insatisfação geral e cria um campo magnético na mesma frequência, atraindo pessoas e situações que trazem mais insatisfação e desconforto. Assim trabalha o universo, pois traz em retorno aquilo que emitimos.

Elimine de sua vida o hábito de olhar o lado ruim das pessoas e das situações. É possível que, hoje, você veja seus obstáculos e tenha se tornado um especialista em reclamar e não em agradecer. Por isso, não consegue deixar de falar da crise financeira, das pessoas que o machucam e das frustrações da vida.

Ser grato auxilia a reduzir o estresse, a ansiedade e a depressão. Ameniza as situações adversas, deixando-as mais leves, além de provocar o sentimento de valor ao que se tem, e menos frustração pelo que não tem.

Quando nos concentramos no que nos falta, nós criamos bloqueios e limitações. Ficamos aprisionados pela vibração da nossa energia negativa. Como resultado, nós atraímos o que pensamos, o que neste caso é a negatividade.

Comece a observar as pequenas coisas a sua volta, muitas delas são fundamentais para sua sobrevivência. O ar que você respira, a água, o sol, a chuva, o dia, a noite, etc. Você já agradeceu por isso hoje? Não fique esperando acontecimentos espetaculares para sentir gratidão, seja grato pelas pequenas coisas do seu dia a dia.

A gratidão torna a vida mais alegre, agradável e gloriosa. E ela precisa ser cultivada e expressa, mesmo em situações aparentemente desfavoráveis.

Gratidão

Mesmo que a nossa volta pareçam existir milhares de motivos para reclamações, devemos olhar por outro foco e assim encontrar motivos para ser gratos.

A gratidão é uma das mais poderosas ferramentas para elevar a vibração que você pode praticar. Um exercício fundamental para o seu crescimento é ser grato por pessoas e situações em sua vida que o tiram do sério e o irritam. Descubra por que  irritam tanto. Considere a possibilidade de que eles podem estar agindo como um espelho para mostrar aspectos de si mesmo que precisa mudar.

O que nós precisamos saber é que todos temos potencial, inteligência, energia e capacidade para sermos felizes. Mas precisamos dar os comandos corretos para nossa mente, para que ela possa acionar nossos talentos mais apropriados em cada situação, tornando-nos o mais eficientes, mais plenos, mais inteiros em cada um dos projetos a que nos propusermos realizar.

Um dos principais ingredientes da felicidade é sermos grato por tudo aquilo que temos e pelas pessoas que enriquecem as nossas vidas.

Declaração: Eu sou grato!

Fonte: Grupo Quantum Leap

Edmar Junior

Millionaire Mind Intensive

7 pecados capitais do empreendedorismo

Pense grande sem perder a linha. Conheça os 7 pecados capitais do empreendedorismo

Uma estrofe da poesia “Navegar é Preciso” do imortal Fernando Pessoa dizia assim: “Viver não é necessário; o que é necessário é criar. Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. Só quero torná-la GRANDE, ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a minha alma a lenha desse fogo”.

Releia essa estrofe… Observe as palavras “criar”, “corpo”, “alma” … para tornar a vida “GRANDE”…

Isso é claro que nos remete a um conceito bem mais contemporâneo que na época em que a poesia de Pessoa foi escrita: o empreendedorismo.

Em suma, a abordagem sobre este tema chega ao grande público como uma grande e rentável “receita de bolo” para o sucesso. Consequência talvez da tendência da sociedade moderna em consumir produtos e conceitos pré-fabricados com finais felizes.

Quando se trata de negócios, não é tão simples assim. Não existe uma fórmula, receita, ou mesmo, um “gene do empreendedorismo” embutido no ser humano que automaticamente se adapte a sociedade moderna.

Mas o que de fato compõe uma mentalidade empreendedora?

Os empreendedores são pessoas diferenciadas, que possuem motivação singular para quebrar barreiras, correr riscos, criar e dar um sentido maior para a vida sem medir forças para a concretização de um sonho.

Os caminhos para fazer a diferença são intuitivos, mas estratégia não está em segundo plano.

Conhecer a necessidade alheia é a semente para empreender e exige faro, sensibilidade estratégica e um alto grau de percepção.

Uma das principais qualidades de um empreendedor é identificar oportunidades, agarrá-las e buscar recursos para transformá-las em um negócio lucrativo. Mas o medo do fracasso, perfeccionismo, lentidão de análise, preguiça mental são fatores que bloqueiam nosso caminho e são um estorvo para que coloquemos os planos em prática.

As pessoas são resistentes por natureza, especialmente às novas ideias.

Ao colocar um negócio em prática pela primeira vez, a sensação é semelhante a do nascimento do primeiro filho. É natural experimentar emoções como ansiedade, alegria, pânico, confusão e alguns enganos são quase que inevitáveis.

OS 7 PECADOS CAPITAIS

EmpreendedorConfira os sete “pecados capitais” do empreendedorismo:

1) Gastar antes de saber exatamente como ganhar

Sonhar é bom… realizá-lo? Melhor ainda! Mas não se engane na hora de abrir os cofres. O famoso “enfiar o pé na jaca” pode ser muito mais desastroso que a própria expressão sugere. Tenha em mãos um plano de negócios bem conciso antes de sair por aí apelando para empréstimos e créditos tentadores. Uma dose de estratégia para correr riscos não faz mal a ninguém nessas horas… Porém, não caia na inércia ou fique com medo de arriscar.

2) Querer “vender” antes de se certificar com precisão, aquilo que as pessoas querem comprar e o que estão dispostas a gastar.

Esse é o típico caso de falta de bom senso ao ir com muita sede ao pote. Uma pesquisa de campo bem feita para definir bem o seu público-alvo é essencial para começar a promover as vendas. Fazer uma leitura emocional a respeito do seu futuro cliente te permite ir além do imediatismo e da obsessão pelos lucros em curto prazo. Pense nisso!

3) Utilizar propaganda e divulgação na internet como ferramentas para apagar “incêndios” de má gestão

O dinamismo do mercado, a ascensão da internet e o boom interativo das redes sociais nos leva a crer que basta abrir os cofres para divulgação que todos os problemas de gestão interna podem acabar. Mera ilusão. Estrutura é essencial para locomoção e equilíbrio de seus negócios na rede. Antes de tentar alavancar vendas online e divulgação, pergunte-se: será que minha empresa, do jeito em que está estruturada, aguenta o tranco?

4) Iludir-se com a visitação ou visualizações no site do seu negócio e achar que isso resolverá as baixas demandas

Vamos esclarecer de uma vez por todas: visualizações ou visitações não necessariamente significam interesse e mobilização. Nesse caso é preciso ferramentas interativas para poder fisgar o seu público-alvo a negócios mais concretos e ganhar proximidade de potenciais clientes. O uso de conteúdo relevante nas redes sociais e divulgação direta de produtos em doses “homeopáticas” alavancam a interatividade e fortalecem a imagem do seu negócio.

5)  Colocar o próprio umbigo em primeiro lugar em vez dos interesses do cliente

Empatia é o dom de se colocar no lugar do outro. Portanto, use esse dom e caso não tiver, desenvolva!

Entenda seus clientes como seres humanos tão complexos quanto você.  Não ignore esse fato. Ao vender um produto ou serviço, não foque somente no faturamento. Observe os feedbacks, tenha uma preocupação REAL de atender as necessidades do seu cliente mesmo que gere alguma situação de desconforto ou saia justa. Isso preserva a sua integridade e a do seu negócio.

6) Esquecer-se de que empresas são compostas por pessoas e negócios são realizados entre PESSOAS e não entre empresas

Falamos de empatia no tópico anterior e aqui reforçamos a humanização. Você sabe o que é isso?

Relacionamento: olho no olho, sinceridade, transparência e… afeto! Sim! Somos todos emocionais e muitas vezes esquecemos disso quando nos perdemos na rigidez dos negócios. Deixe de ser artificial no que diz e se propõe a fazer! Você só tem a ganhar com isso, além de elevar a sua credibilidade a outro patamar.

7) Menosprezar a própria saúde física, mental e espiritual em função do trabalho

Por fim, chegamos a NÓS novamente… Se entregar de corpo e alma é força de expressão barata quando sabemos reconhecer nossos limites. Isso parece contrariar a licença poética de Fernando Pessoa mencionada no começo desse texto mas, poesia é poesia… Ela é só um modelo de inspiração, não necessariamente para seguir a risca. Podemos abrir mão de várias situações cotidianas e ter dias de tremenda exaustão, mas nada que deva acabar com nossa sanidade e integridade física. Arranje tempo para um olhar mais amplo e sensível sobre si mesmo e deixe o seu orgulho de super-herói de lado.

Aprenda e empreenda…

A busca incansável pelo sucesso abre espaço para o erro assim como o aprendizado. Quando se trata de “pecado” podemos dizer que são ações inconscientes as quais estamos TENTADOS a fazer e podem trazer consequências a longo prazo.

O intuito é uma reflexão mais profunda e conscientização para que ações equivocadas não se tornem um vício de rotina.

Lembre-se: Não existe limite e tamanho para seus sonhos… O maior pecado, é deixá-los morrer por nunca tentar realizá-los.

Fonte: Experiência de Sucesso

Edmar Junior

Millionaire Mind Intensive